Internacional Itália investigará rede de 'financiadores' de Battisti

Itália investigará rede de 'financiadores' de Battisti

Italiano condenado à prisão perpétua viveu anos no exterior, em países como França, México e Brasil, e recebeu ajuda e dinheiro de simpatizantes

Caso Battisti

Battisti desembarcou em Roma para cumprir pena

Battisti desembarcou em Roma para cumprir pena

Max Rossi/Reuters - 14.01.2019

A suposta rede de apoiadores e financiadores de Cesare Battisti será investigada pelas autoridades italianas, anunciou nesta segunda-feira (14) o procurador-geral de Milão, Roberto Alfonso, e o procurador substituto, Antonio Lamanna, que cuidam do caso.

O italiano, condenado à prisão perpétua na Itália por quatro assassinatos e considerado terrorista, viveu anos no exterior em países como França, México e Brasil, e recebeu ajuda e dinheiro de simpatizantes.

Em isolamento na Itália

Cesare Battisti desembarcou na manhã desta segunda-feira em Roma, na Itália, por volta das 11h30 no horário local (8h30, no horário de Brasília). 

Durante seis meses, ele ficará sozinho em uma cela e cumprirá um regime de isolamento diurno, de acordo com fontes do governo italiano. Depois desse período, ele será transferido para a ala de segurança máxima, reservada a terroristas, do centro de detenção de Rebibbia, que fica perto de Roma.

    Access log