Novo Coronavírus

Internacional Japão colocará em quarentena turistas da China e Coreia do Sul

Japão colocará em quarentena turistas da China e Coreia do Sul

Todos os estrangeiros de ambo países devem passar por duas semanas de isolamento em centros médicos e outras instalações de saúde

Japão vai deixar chineses e coreanos de quarentena

Japão vai deixar chineses e coreanos de quarentena

FEPESIL/THENEWS2/ESTADÃO CONTEÚDO

O governo do Japão anunciou nesta quinta-feira (5) que colocará todos os turistas chineses e sul-coreanos em quarentena obrigatória antes de autorizar sua entrada no país, a fim de conter a propagação do novo coronavírus.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, disse que esta medida foi tomada "antes da entrada no Japão de viajantes chineses e sul-coreanos, apesar do surto do coronavírus" e devido à "preocupação dos cidadãos japoneses" com a situação, de acordo com a emissora estatal NHK.

Abe anunciou a decisão após uma reunião realizada hoje com seu gabinete para analisar os últimos desenvolvimentos do surto de coronavírus.

Todos os estrangeiros de ambos os países que chegam ao Japão devem passar por duas semanas de isolamento em centros médicos e outras instalações designadas pelas autoridades japonesas, disse Abe.

A medida, que entrará em vigor na próxima segunda-feira e até o final do mês, também implica o cancelamento de todos os vistos emitidos para a entrada de viajantes chineses e sul-coreanos, bem como o desvio de todos os voos da Coreia do Sul e China para o Japão para os aeroportos de Tóquio e Kansai (oeste).

Essas medidas podem ser mais um golpe para o turismo no Japão, especialmente dependente de turistas chineses e sul-coreanos, e que já foram afetadas pela queda do número de visitantes estrangeiros desde janeiro devido ao surto do coronavírus.

As autoridades japonesas já aplicaram restrições à entrada de estrangeiros que estado nas regiões da Coreia do Sul e da China mais afetadas pela Covid-19 nas duas semanas anteriores.

Essas restrições serão estendidas para mais regiões da Coreia do Sul e partes do Irã, outro dos países onde mais casos de Covid-19 estão ocorrendo, de acordo com outra decisão tomada hoje pelo governo.

Últimas