Internacional Joe Biden considera 'apropriada' sentença de Derek Chauvin

Joe Biden considera 'apropriada' sentença de Derek Chauvin

Ex-policial foi condenado a 22 anos e seis meses de prisão pela morte de George Floyd em maio de 2020

  • Internacional | Da EFE

Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden

Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden

EFE/EPA/Pete Marovich / POOL

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, classificou nesta sexta-feira como "apropriada" a sentença de 22 anos e seis meses de prisão para o ex-policial Derek Chauvin pelo assassinato de George Floyd em maio de 2020.

Perguntado sobre a sentença logo após ela ter sido divulgada, Biden disse não conhecer "todas as circunstâncias que foram levadas em conta", mas que, de acordo com as diretrizes criminais para um crime como esse, ela "parece ser apropriada".

O presidente norte-americano fez a declaração a jornalistas durante uma reunião no Salão Oval da Casa Branca com o presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani.

Em uma audiência em Minneapolis, no estado de Minnesota, o juiz Peter Cahill anunciou nesta sexta-feira (25) a sentença de Chauvin, que cumprirá em regime fechado 15 dos 22 anos e meio.

A pena máxima que o ex-policial poderia ter recebido em três acusações pelas quais foi condenado era de 40 anos - os promotores haviam pedido 30, enquanto a defesa queria liberdade condicional.

Floyd morreu no dia 25 de maio do ano passado após Chauvin pressionar um dos joelhos sobre o pescoço dele por mais de nove minutos. O caso gerou uma onda de protestos raciais nos Estados Unidos de uma magnitude que não ocorria desde o assassinato de Martin Luther King, no final dos anos 60.

Últimas