Coronavírus

Internacional Joe Biden exigirá vacinação de funcionários federais contra a covid

Joe Biden exigirá vacinação de funcionários federais contra a covid

Presidente dos Estados Unidos deve anunciar medida como parte dos planos para frear a crescente onda do novo coronavírus no país

Joe Biden (centro) deve anunciar nas próximas horas novas medidas contra o novo coronavírus

Joe Biden (centro) deve anunciar nas próximas horas novas medidas contra o novo coronavírus

Anna Moneymaker / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, deve anunciar, nesta quinta-feira (9), novas medidas de combate à pandemia de covid-19, incluindo a vacinação obrigatória de funcionários federais.

A resolução se estenderá também aos empregados de empresas que prestam serviços ao governo norte-americano. Segundo a imprensa local, a fonte que vazou as informações é “familiar” aos planos e próximos passos de Biden contra a covid-19.

A obrigatoriedade de vacinação vem de encontro com ações tomadas no sul do país. Na Flórida, o governador Ron DeSantis promulgou uma lei em que estabelecimentos podem ser multados em 5 mil dólares se exigirem o comprovante de vacinação de visitantes.

Os Estados Unidos vivem uma nova onda da covid-19, registrando 301.138 novos casos na última terça-feira (7) - maior número para um único dia desde o começo da pandemia. Apesar do aumento do contágio do novo coronavírus no país, medidas restritivas como uso de máscaras continuam sendo revogadas por todo os EUA.

Para especialistas, o número de novos casos nos Estados Unidos tem crescido pela disseminação da variante Delta e desaceleração na vacinação contra o novo coronavírus. Como comparação, o país tem 63,4% de sua população vacinada com pelo menos uma dose, enquanto o Brasil já registra 66%, mesmo tendo começado a imunização um mês depois dos EUA.

Últimas