Novo Coronavírus

Internacional Johnson admite que governo demorou para entender pandemia

Johnson admite que governo demorou para entender pandemia

Premiê assumiu responsabilidade pela crise, disse que não demorou para agir, mas reconheceu que coisas podiam ter sido feitas de forma diferente

  • Internacional | Da EFE

Johnson assume responsabilidade por crise

Johnson assume responsabilidade por crise

Jeremy Selwyn/Pool via REUTERS - 24.7.2020

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, admitiu nesta sexta-feira (24) em entrevista à BBC que seu governo demorou a entender por "semanas ou meses" a natureza do coronavírus, embora tenha negado que demorou a decidir pelo confinamento da população.

Hoje, quando completa um ano no poder, Johnson assumiu "total responsabilidade" pelas ações de seu governo e diz que "há lições a serem aprendidas e haverá muitas oportunidades para fazê-lo".

Entre os possíveis erros do governo na gestão da pandemia, ele cita "compreender a extensão da propagação do vírus de pessoa para pessoa sem sintomas".

Demora para agir

Quanto à demora em decidir pelo confinamento do país, ele afirma que "existem questões em aberto", mesmo entre os cientistas, sobre como a pandemia foi administrada "em sua fase inicial" e reconhece que as coisas "poderiam ter sido feitas de maneira diferente".

No entanto, ele enfatiza que aderiu "como cola" os conselhos de seus consultores médicos e científicos.

Johnson declarou há alguns dias que, mais tarde, autorizou uma investigação sobre o gestão da crise sanitária, embora não tenha fornecido detalhes ou datas.

As mortes por Covid-19 no Reino Unido subiram hoje para 45.677, após adicionar 123 novas vítimas em 24 horas, consolidando o país como o primeiro na Europa e o terceiro no mundo mais afetado pela pandemia.

Últimas