Crise na Venezuela
Internacional Jornalista americano baseado na Venezuela é preso em Caracas

Jornalista americano baseado na Venezuela é preso em Caracas

Cody Weddle — que trabalha como freelancer para veículos como Miami Herald, Daily Telegraph e ABC News — teve sua casa invadida por policiais

Crise na Venezuela

Cody Weddle foi detido nesta quarta-feira (6)

Cody Weddle foi detido nesta quarta-feira (6)

Reprodução/local10.com

As autoridades venezuelanas detiveram, nesta quarta-feira (6), o jornalista americano Cody Weddle — que realiza reportagens como freelancer para veículos como Miami Herald, Daily Telegraph e ABC News. A informação foi confirmada pelo Twitter do Sindicato Nacional de Trabalhadores de Imprensa da Venezuela.

Segundo o Miami Herald, Weddle teve sua casa em Caracas invadida pelos policiais na manhã desta quarta-feira. Os agentes também levaram seu assistente venezuelano Carlos Camacho. Os equipamentos dos repórteres também foram apreendidos.

Weddle tem 29 anos, é nativo do estado norte-americano da Virgínia e vive na capital venezuelana a trabalho desde 2014.

Série de detenções

A detenção do correspondente americano se dá em meio a uma escalada da repressão do governo venezuelanos contra a imprensa. Na semana passada, uma equipe da emissora Univisión ficou detida por mais de duas horas no Palácio Presidencial de Miraflores após entrevistar Maduro.

O principal apresentador da emissora, Jorge Ramos, e sua equipe de produção, que foram deportados no dia seguinte, denunciaram que tiveram equipamentos apreendidos por ordem do líder chavista.

Mais de dez jornalistas de França, Chile, Colômbia e Estados Unidos foram detidos e expulsos da Venezuela nas últimas semanas.

A Relatoria Especial para a Liberdade de Expressão da CIDH (Comissão Interamericana de Direitos Humanos) condenou no mês passado a prisão dos jornalistas por parte das forças de segurança da Venezuela e a expulsão de correspondentes que foram cobrir a situação do país.