Eleições EUA 2020

Internacional Juiz ordena busca por cédulas não entregues no serviço postal dos EUA

Juiz ordena busca por cédulas não entregues no serviço postal dos EUA

De acordo com a decisão do juiz, os correios deverão coletar todas as cédulas de votação e enviar ainda hoje para a contagem dos votos

  • Internacional | Do R7, com Reuters

Alguns estados dos EUA não aceitarão cédulas de votação no dia seguinte

Alguns estados dos EUA não aceitarão cédulas de votação no dia seguinte

Rebecca Cook/ Reuters/ 30.10.2020

Um juiz dos Estados Unidos ordenou nesta terça-feira (3) que o serviço postal do país realize uma varredura em algumas de suas instalações de processamento para garantir que nenhuma cédula de votação fique retida, além de determinar que sejam enviadas imediatamente enviada para a contagem.

Leia mais: Como funciona o voto pelo correio nas eleições nos EUA

O juiz distrital dos EUA, Emmet Sullivan, ordenou que inspetores do serviço postal ou designados conduzam varreduras na Pensilvânia central, Filadélfia, Detroit, Colorado/Wyoming, Atlanta, Houston, Alabama, Norte da Nova Inglaterra, Grande Carolina do Sul, Sul da Flórida, Lakeland e Arizona.

De acordo com a CNN, o pedido determina que os inspetores postais do USPS "ou seus designados" devem começar a varrer as instalações de processamento às 15h00 horário do leste dos EUA.

Estes são alguns dos estados que só aceitarão as cédulas no dia de hoje, de acordo com a legislação eleitoral local. Eles exigem o recebimento de todas as cédulas enviadas pelo serviço postal até o fim desta terça-feira (3) para que sejam computadas na eleição presidencial do país, que acontece nesta terça.

Em muitos estados dos EUA, os eleitores podem votar pelo correio sem precisar de nenhuma justificativa especial. Nesses locais, todos os eleitores registrados recebem uma cédula por correspondência, preenchem e podem devolver pelo correio ou entregar o envelope fechado em uma seção eleitoral no dia da votação.

Últimas