Coreia do Norte
Internacional Kremlin celebra reunião de Trump e Kim como passo à desnuclearização

Kremlin celebra reunião de Trump e Kim como passo à desnuclearização

Porta-voz afirmou que o país apoia qualquer passo que busque a 'distensão da península coreana e aproxime da desnuclearização da região'

Kremlin celebra reunião de Trump e Kim como passo à desnuclearização

Trump e Kim realizaram cúpula neste domingo (30)

Trump e Kim realizaram cúpula neste domingo (30)

Reprodução/ Reuters

O Kremlin elogiou nesta segunda-feira (1) a reunião entre o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, realizada neste domingo na fronteira entre as duas Coreias, como um passo rumo à desnuclearização da península.

"No que se refere à reunião, lhe damos as boas-vindas", disse à imprensa o porta-voz da presidência russa, Dmitri Peskov, acrescentando que a Rússia apoia "qualquer passo" que busque a "distensão da península coreana e aproxime da desnuclearização da região".

Peskov ressaltou que o presidente russo, Vladimir Putin, está há tempos pedindo que as partes implicadas demonstrem "contenção" e sejam "construtivas".

Trump e Kim realizaram ontem uma histórica cúpula na militarizada fronteira intercoreana que serviu para reativar as conversas sobre desnuclearização, estancadas desde o fracassado encontro entre ambos líderes em fevereiro.

Tratou-se da primeira reunião entre líderes de EUA e Coreia do Norte na emblemática fronteira e Trump cruzou a linha de demarcação militar, se tornando assim o primeiro presidente americano a pisar em território norte-coreano.

A reunião entre Trump e Kim aconteceu depois da participação do governante americano na Cúpula do G20 em Osaka, no Japão, onde se reuniu também com o presidente russo, em uma conversa que se prolongou por pouco mais de uma hora.