Coronavírus

Internacional Londres tem protestos nas ruas contra as restrições anticovid

Londres tem protestos nas ruas contra as restrições anticovid

Reino Unido adiou para julho a suspensão das últimas medidas adotadas para conter a doença após um aumento de casos

AFP
Protestos no centro de Londres após o adiamento para julho da suspensão das medidas anticovid

Protestos no centro de Londres após o adiamento para julho da suspensão das medidas anticovid

DANIEL LEAL-OLIVAS / AFP - 26.06.2021

Milhares de pessoas protestaram no centro de Londres neste sábado (26) contra as restrições anticovid no Reino Unido, após o adiamento para julho da suspensão das últimas medidas de restrição devido ao aumento de casos de covid-19.

Reino Unido registra maior número de casos de covid desde fevereiro

Com bandeiras e faixas com a palavra "liberdade", os manifestantes marcharam ao ritmo de tambores e música no centro da capital britânica, do Hyde Park até o Parlamento.

“Estou aqui porque acho que o confinamento tirou nossa liberdade e nossos direitos”, declarou Iain McCausland, que veio de Devon (sul). “Estou muito chateado com o governo, como todos aqui”, acrescentou.

Gritando "vergonha", os manifestantes jogaram bolas de tênis na residência oficial do primeiro-ministro Boris Johnson, em Downing Street, e no Parlamento de Westminster.

Apesar do avanço da campanha de vacinação e do longo confinamento no inverno, o Reino Unido enfrenta há algumas semanas uma onda de infecções atribuídas à variante Delta, detectada inicialmente na Índia e muito mais contagiosa.

Com um balanço de 128.000 mortes, o país registrou mais de 18.000 novos casos de coronavírus em 24 horas neste sábado.

Últimas