Novo Coronavírus

Internacional Louvre reabre portas após medida de proteção contra coronavírus

Louvre reabre portas após medida de proteção contra coronavírus

Museu estava fechado desde domingo de propagação do vírus. Funcionários afirmaram terem tomado medidas necessárias para evitar transmissão

Louvre reabre portas após acordo

Louvre reabre portas após acordo

Benoit Tessier / Reuters - 2.3.2020

O Museu do Louvre, em Paris, reabriu as portas ao público nesta quarta-feira (4), depois que os funcionários da instalação reconheceram as medidas de proteção adotadas pela direção para evitar a propagação do coronavírus e de terem renunciado ao chamado "direito de retirada".

Em comunicado, os atuais responsáveis pelo museu informaram que as providências foram acordadas com os representantes da equipe de trabalhadores, no entanto, não deu detalhe sobre as ações que estão e serão tomadas.

"Nossa prioridade absoluta é garantir a segurança dos agentes e dos visitantes", afirmou o administrador geral do Louvre, Maxence Langlois Berthelot, que ainda lembrou a recomendação do governo para que os museus do país permaneçam abertos.

Os funcionários da instalação, que é visitada por 10 milhões de pessoas a cada ano, exerceram no domingo e segunda-feira - terça-feira é o dia de fechamento semanal -, o direito de retirada, que é dado, em caso de "um motivo razoável para se pensar que o trabalho representa um perigo grave e claro à vida ou à saúde".

A equipe do Museu do Louvre criticou a administração por falta de ações diante do alto risco no local, pelo trânsito de milhares de pessoas por dia.

O governo da França vem fazendo um esforço para evitar que os trabalhadores no país exerçam o direito de se ausentar das funções, especialmente nos serviços básicos, como de saúde e transporte público.

Últimas