Coronavírus

Internacional Malásia espera receber vacina da Pfizer em fevereiro

Malásia espera receber vacina da Pfizer em fevereiro

Autoridades também anunciaram que esperam fechar na segunda-feira um acordo de compra com a sueco-britânica AstraZeneca

  • Internacional | Da EFE

Malásia compra 12,8 milhões de doses

Malásia compra 12,8 milhões de doses

John Maniaci/UW Health/Handout via Reuters

As autoridades malaias anunciaram neste sábado (19) que esperam receber em fevereiro as doses das vacina desenvolvida pela farmacêuticas Pfizer e BioNtech, informou a agência Bermana.

São 12,8 milhões de doses, suficientes para vacinar 6,4 milhões de pessoas (20% da população) e que chegarão por etapas, sendo um milhão de doses no primeiro trimestre e o restante de forma escalonada ao longo de 2021.

As autoridades também anunciaram que esperam fechar na segunda-feira um acordo de compra com a sueco-britânica AstraZeneca para comprar doses suficientes para outros 20% de sua população.

A Malásia também fechou um acordo com a Covax, plataforma de vacinas da OMS (Organização Mundial da Saúde), para adquirir doses suficientes para vacinar 10% de seus habitantes.

Juntos, os três acordos permitiriam a vacinação de 50% da população da Malásia, enquanto o mínimo estabelecido pelos epidemiologistas para controlar a pandemia no país é de 70%.

Desde o início da pandemia, a covid-19 causou mais de 90.800 infecções, incluindo 432 mortes no país. 

A ONU alertou para o "vacinismo" que está deixando os países mais pobres para trás, principalmente na África, onde as vacinas não devem estar disponíveis até o segundo trimestre do próximo ano. 

Últimas