Eleições EUA 2020

Internacional Manifestantes se concentram em centro de apuração na Filadélfia

Manifestantes se concentram em centro de apuração na Filadélfia

Enquanto os simpatizantes do presidente Trump pedem um 'fim ao roubo' das eleições, os partidários de Biden comemoram provável vitória

Manifestantes estão em frente a centro de contagem de votos na Filadélfia

Manifestantes estão em frente a centro de contagem de votos na Filadélfia

Eduardo Muñoz/ Reuters/ 06.11.2020

Centenas de apoiadores do presidente dos Estados Unidos, o republicano Donald Trump, e do candidato democrata à presidência, Joe Biden, estão concentrados nesta sexta-feira em frente ao Centro de Convenções da Pensilvânia, na cidade da Filadélfia, onde está sendo realizada a apuração de votos.

Acompanhe a contagem de votos das Eleições nos EUA 2020

Enquanto os simpatizantes do presidente pedem um "fim ao roubo" das eleições, os partidários do ex-vice-presidente já comemoram antecipadamente a provável vitória democrata na Pensilvânia e, consequentemente, nas eleições presidenciais.

A Agência Efe constatou que ambos os grupos estão separados por cercas de metal e uma barreira de policiais em bicicletas. Enquanto o clima é de apreensão entre os apoiadores de Trump, os eleitores de Biden se mostram eufóricos com músicas e danças.

Um helicóptero sobrevoa o centro da cidade, onde a polícia prendeu na noite anterior dois homens armados por supostamente planejarem um ataque contra o centro de convenções.

A apuração na Pensilvânia tem atraído a atenção de todo o país porque Biden ultrapassou Trump em número de votos nesta sexta-feira. Só na Filadélfia ainda restavam 40 mil votos ainda não contados, e a apuração ainda pode demorar dias. As autoridades locais esperam revelar os resultados de até 3 mil votos nas próximas horas.

A campanha de Trump moveu quatro ações judiciais contra a apuração na Pensilvânia, das quais foi atendida em duas, mas não conseguiu frear a contagem nem invalidar votos. No momento, Biden lidera no estado com 49,5% dos votos, contra 49,3% de Trump.

Últimas