Medidas contra coronavírus não podem minar democracia, diz UE

Executivo do bloco disse que medidas de emergência tomada pelos países precisam respeitar as leis e que mídia precisa ser livre e independente

Medidas contra coronavírus não podem minar democracia, diz UE

UE diz que coronavírus não pode prejudicar democracia

UE diz que coronavírus não pode prejudicar democracia

Yves Herman/Reuters - 19.2.2020

O Executivo da União Europeia alertou aos Estados-membros do bloco nesta terça-feira (31) que as medidas de emergência adotadas pelos governos para combater a crise instaurada pelo novo coronavírus não podem minar a democracia.

"É de extrema importância que as medidas de emergência não fiquem às custas de nossos princípios e valores fundamentais... A democracia não pode funcionar sem a mídia livre e independente", afirmou a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, em comunicado.

"Quaisquer medidas de emergência devem ser limitadas ao necessário e estritamente proporcional. Elas não devem durar indefinidamente... os governos devem garantir que tais medidas sejam sujeitas à votação regular", acrescentou, depois que o primeiro-ministro húngaro, Viktor Orban, garantiu o direito indefinido de governar por decreto.