Novo Coronavírus

Internacional Melania Trump cancela ida a evento devido a uma 'tosse persistente'

Melania Trump cancela ida a evento devido a uma 'tosse persistente'

A primeira dama, que também foi infectada pela covid-19 junto com o presidente Donal Trump, iria acompanhá-lo em um evento de campanha

  • Internacional | Da EFE

Melania Trump já fez novos testes da covid e disse que os resultados foram negativos

Melania Trump já fez novos testes da covid e disse que os resultados foram negativos

REUTERS/Carlos Barria/15.11.2018

A primeira-dama dos Estados Unidos, Melania Trump, cancelou nesta terça-feira (20) uma viagem à Pensilvânia para participar daquele que seria seu primeiro ato de campanha em muitos meses, porque ainda tem uma "tosse persistente" devido ao covid-19 que contraído no final de setembro.

"A Sra. Trump continua a se sentir melhor a cada dia depois de se recuperar de covid-19, mas com uma tosse persistente e com extrema cautela, ela não vai viajar hoje" como planejado, disse a porta-voz da primeira-dama, Stephanie Grisham, à Efe.

- Acompanhe a cobertura completa das Eleições EUA 2020 -

Melania Trump foi escalada para participar com seu marido, o presidente Donald Trump, em um comício nesta terça-feira na cidade de Erie, no importante estado da Pensilvânia, conforme anunciado na campanha de reeleição do presidente nesta semana.

A primeira-dama garantiu na semana passada, em um artigo publicado no blog da Casa Branca, que ela já havia testado negativo para covid-19 e que planejava recuperar seus deveres oficiais "o mais rápido possível".

Vinte dias se passaram desde que o presidente dos Estados Unidos anunciou, na noite de 1º de outubro, que ele e sua esposa haviam testado positivo para a doença, que também contraiu seu filho, Barron, de 14 anos.

A primeira-dama descreveu os sintomas que tinha como "mínimos", mas que a sacudiam "como uma montanha russa", com "dores no corpo, tosse, dor de cabeça" e "cansaço extremo", explicou no blog do A Casa Branca.

Ao contrário do marido, a quem foram administrados pelo menos dois tratamentos experimentais e esteróides, Melania Trump disse que optou "por uma via mais natural em termos de medicamentos, mais focada em vitaminas e alimentos saudáveis".

Família na campanha

Melania Trump evitou fazer campanha para o marido, que está concorrendo à reeleição em 3 de novembro, e em 2016 ela estrelou apenas cinco dias antes da eleição, também no importante estado da Pensilvânia.

Enquanto os filhos adultos de Trump estão intensificando as atividades de campanha faltando apenas duas semanas para a eleição, não está claro se a primeira-dama participará de qualquer comício antes do dia da eleição.

O próprio presidente, por sua vez, garante que é "imune" ao covid-19, está multiplicando suas viagens e planeja realizar até cinco comícios por dia na reta final da campanha, eventos de massa em que poucos frequentadores usam máscara .

Os Estados Unidos chegaram ontem à cifra de 8.208.093 casos confirmados do coronavírus SARS-CoV-2 e 220.086 mortes pela doença covid-19, de acordo com a contagem independente da Universidade Johns Hopkins.

Últimas