Internacional Meteoro cruza o céu do Brasil e leva 10 segundos até cair no mar; veja

Meteoro cruza o céu do Brasil e leva 10 segundos até cair no mar; veja

Observatório no RS gravou fenômeno, que é considerado o mais longo até o momento, durante uma chuva de 'estrelas cadentes'

  • Internacional | Maria Cunha*, do R7

O Observatório Espacial Heller & Jung registrou durante a chuva de meteoros Tau Herculídeas, nesta terça-feira (31), a queda de um meteoro com a maior duração, até o momento, em 2022. A maior intensidade do fenômeno ocorreu às 2h15 desta madrugada.

A gravação ocorreu às 5h52 e foi feita por duas câmeras do local, uma localizada em Porto Alegre, no Bairro Petrópolis, e outra em Taquara, na região metropolitana.

Segundo o proprietário e pesquisador do observatório, professor Carlos Fernando Jung, o meteoro ingressou na atmosfera a uma altitude de 88,3 Km e teve a duração de 9,96 segundos. As imagens foram feitas ao sul do RS.

Brasileiros puderam observar chuva de meteoros

Brasileiros puderam observar chuva de meteoros

Divulgação/Observatório Espacial Heller & Jung

A "estrela cadente", nome popular dado aos meteoros, entrou na atmosfera da Terra sobre o território do Rio Grande do Sul e caiu no oceano.

De acordo com informações do especialista, caíram, em média, 100 meteoros por hora no estado durante a chuva de meteoros da última noite.

O fenômeno é desencadeado pelo encontro de fragmentos, deixados por cometas ou asteroides, com a Terra, enquanto ambos estão girando ao redor do Sol.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Raphael Hakime

Últimas