Novo Coronavírus

Internacional México usará vacinas doadas pelos EUA para reabrir a fronteira norte

México usará vacinas doadas pelos EUA para reabrir a fronteira norte

Washington vai doar um milhão de doses ao país vizinhos, além de 25 milhões para o resto do mundo neste ano

EUA doará vacinas para o México

EUA doará vacinas para o México

Dado Ruvic/Reuters - 31.10.2020

O governo do México vai destinar um milhão de vacinas da Johnson & Johnson doadas pelos Estados Unidos, além de outras 1,9 milhão adquiridas por conta própria, nos 40 municípios da fronteira norte para acelerar a abertura da região .

As vacinas de dose única serão usadas para imunizar toda a população de 18 a 40 anos na fronteira norte até o final de junho, segundo detalhou o chanceler Marcelo Ebrard nesta sexta-feira (4) durante a entrevista coletiva diária do presidente Andrés Manuel López Obrador.

"(O objetivo é) que a vacinação no México avance em graus ou proporções semelhantes aos dos Estados Unidos, agilizando ou acelerando a reabertura das atividades na fronteira", disse Ebrard.

O chanceler mexicano também referiu-se ao apelo que o presidente López Obrador fez ontem à vice-presidente dos EUA, Kamala Harris, que anunciou que Washington vai doar diretamente ao México um milhão de vacinas como parte do primeiro pacote de 25 milhões que será distribuído para o mundo.

Embora Hugo López-Gatell, subsecretário de Prevenção e Promoção da Saúde, tenha dito ontem que as doses iriam para áreas com aumento de casos de covid-19 e locais turísticos, o chanceler esclareceu hoje que a meta é a fronteira norte, que está fechada para viagens não essenciais desde 21 de março de 2020.

"Achamos que com isso já haveria todas as condições sanitárias para que os Estados Unidos possam concordar com a retomada das atividades, senão toda, a grande maioria, e então o impacto econômico, comercial e pessoal que tem havido na fronteira área não será mantido", argumentou.

O acesso a vacinas tem sido um dos principais pedidos de López Obrador ao presidente americano, Joe Biden, que em abril fechou um primeiro empréstimo de 2,7 milhões de doses de AstraZeneca produzidas nos Estados Unidos.

A vacinação tem sido a aposta de López Obrador para conter a pandemia no México, o quarto país com mais mortes por Covid-19 no mundo, com quase 230 mil, além de mais de 2,4 milhões de infecções.

Até o momento, o México aplicou 32,8 milhões de doses de diversos imunizantes, com 13,4 milhões de pessoas com o esquema completo de vacinação em um país de 126 milhões de habitantes.

Últimas