Michelle Obama e Julia Roberts encorajam mulheres a serem líderes

A ex primeira-dama e a estrela de Hollywood participaram de evento em Kuala Lumpur, capital da Malásia, organizado pela Fundação Obama

Julia Roberts e Michelle Obama durante palestra em Kuala Lumpur

Julia Roberts e Michelle Obama durante palestra em Kuala Lumpur

Ahmad Yusni / EFE - 12.12.2019

A ex-primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, e a atriz Julia Roberts realizaram uma palestra nesta quinta-feira (12) em Kuala Lumpur, capital da Malásia, onde incentivaram as jovens da Ásia que lutem para se tornarem líderes no futuro.

"O intelecto não conhece os gêneros. As possibilidades não sabem sobre raça, eles não sabem sobre religião. As crianças vêm a este mundo com um presente e ele se desenvolve ou se estraga", disse Michelle para um público jovem durante organizado pela Fundação Obama.

Michelle Obama e Julia Roberts refletiram sobre sua recente viagem ao Vietnã para trabalhar com a Girls Opportunity Alliance, um programa da Fundação Obama, e compartilharam histórias pessoais no palco, em uma conversa moderada pela conhecida apresentadora malaia Deborah Henry.

Palestra com filha de Bush

Na última segunda-feira, Obama e Roberts, acompanhadas por Jenna Bush Hager, filha do ex-presidente americano George W. Bush, visitaram uma escola de ensino médio rural no Vietnã e se reuniram com os estudantes do local para promover sua educação e incentivá-los a continuar a transformar suas vidas.

"Todos os nossos heróis estão aqui, mas talvez não saibamos o nome um do outro. Eu sei que quando entro em cada sala, há um novo herói para descobrir", disse Julia Roberts.

Atividades na Ásia

A palestra de hoje fez parte de um ciclo de atividades que teve início na última terça, na capital da Malásia, e contou com a presença de 200 líderes emergentes de 33 países da região Ásia-Pacífico recentemente selecionados para participar dos programas da fundação.

Michelle e o ex-presidente do EUA, Barack Obama, criaram a Fundação Obama depois de deixarem a Casa Branca, em 2017.