Internacional Milhares de pessoas voltam às ruas em Belarus contra presidente

Milhares de pessoas voltam às ruas em Belarus contra presidente

População protesta contra os resultados das eleições presidenciais de 9 de agosto que deram a vitória a Alexandr Lukashenko

Milhares de pessoas tomaram novamente as ruas de Belarus

Milhares de pessoas tomaram novamente as ruas de Belarus

TATYANA ZENKOVICH/EFE

Milhares de pessoas tomaram novamente as ruas de Belarus para protestar contra os resultados das eleições presidenciais do dia 9 de agosto, que deram a vitória ao presidente Alexandr Lukashenko, que governa a antiga república soviética desde 1994.

A principal manifestação da oposição está programada para este domingo (23), em Minsk, onde milhares já se reuniram e continuam a chegar ao local do ato na Praça da Independência, como mostram as imagens publicadas pela imprensa bielorussa.

Os primeiros dias de protestos contra os resultados das eleições resultaram em cerca de 7.000 detenções e dezenas de pessoas desaparecidas. Nesta manhã, jornais locais noticiaram a morte de um dos manifestantes, cujo paradeiro estava desconhecido desde o dia 12.

As autoridades confirmaram até agora a morte de três pessoas durante os protestos que eclodiram no país após o anúncio dos resultados eleitorais.

A maioria dos cidadãos que participam dos protestos deste domingo estão vestidos com bandeiras vermelhas e brancas, um símbolo da oposição bielorrussa. Os opositores do presidente, que realizaram o maior protesto da história do país no domingo passado, em Minsk, pretendem repetir o feito.

Desde o início da manhã, várias viaturas policiais se posicionaram no centro da capital, sem qualquer indício de uma possível intervenção das forças da lei e da ordem, cujo desempenho foi altamente criticado durante os primeiros dias dos protestos em Belarus. A polícia de Minsk emitiu um comunicado neste domingo para desaconselhar a participação em atos não autorizados. EFE

Últimas