Ministro escocês renuncia após trocar mensagens com adolescente

O secretário de Finanças, Derek Mackay, trocou mensagens em redes sociais com um adolescente de 16 anos ao longo de seis meses

Mackay renunciou ao cargo e disse que agiu 'estupidamente'

Mackay renunciou ao cargo e disse que agiu 'estupidamente'

Reuters/Russell Cheyne

O secretário de Finanças da Escócia, Derek Mackay, renunciou ao cargo nesta quinta-feira (6), data da apresentação do projeto de lei do orçamento, por ter enviado várias mensagens a um adolescente de 16 anos nas redes sociais. 

De acordo com o jornal "The Scottish Sun", Mackay esteve em contato com o jovem durante seis meses. Nesse período, ambos trocaram mensagens e, em uma delas, o político disse que o adolescente era "fofo".

Em comunicado, Mackay, de 42 anos, admitiu ter se comportado "estupidamente" e pediu desculpas à família do jovem e ao próprio garoto.

"Assumo toda a responsabilidade pelas minhas ações. Eu agi estupidamente e lamento muito. Peço desculpas ao indivíduo envolvido e à sua família. Ontem à noite, falei com a primeira-ministra (Nicola Sturgeon) e apresentei a minha renúncia com efeito imediato", declarou o político.

Sturgeon confirmou que aceitou a demissão e disse que Mackay "teve uma contribuição significativa para o governo", mas ressaltou que o comportamento apresentado "não correspondeu aos padrões exigidos".

A premiê anunciou que a secretária de Finanças Públicas, Kate Forbes, será a encarregada de apresentar ao Parlamento, nesta quinta, o orçamento para o próximo ano.

De acordo com o "Scottish Sun", Mackay fez amizade com o adolescente nas redes sociais e enviou 270 mensagens ao garoto ao longo de seis meses.

Nessas conversas publicadas pelo jornal, Mackay teria se oferecido a levar o jovem a um jogo de rúgbi e sair para jantar juntos. O adolescente disse que só tinha 16 anos.