Internacional Ministro espanhol garante que país não financia oposição da Venezuela

Ministro espanhol garante que país não financia oposição da Venezuela

Madri, 15 jul (EFE).- O ministro espanhol das Relações Exteriores, José Manuel García-Margallo, afirmou nesta quarta-feira que é "categoricamente falso" que o governo esteja financiando a oposição venezuelana e assegurou que é "uma questão a mais" do presidente deste país, Nicolás Maduro. O ministro negou que esteja pensando em chamar para consultas o embaixador em Caracas por estas declarações de Maduro, nas quais também apontou que se seu governo impusesse uma lei como a de Segurança Cidadã, o chamariam de ditador. "Se tivéssemos que chamar o embaixador cada vez que houver uma declaração assim, gastaria o orçamento do Ministério em passagens da Iberia", disse García-Margallo. Maduro também afirmou que o parlamento da Venezuela denunciará "perante todos os cenários" a Lei de Segurança Cidadã por supostamente violar os direitos humanos. Embora o ministro das Relações Exteriores tenha ressaltado que a Espanha tem uma das Constituições "mais garantistas do mundo", disse que o país está disposto a aprender com todo o mundo. "Se o regime da Venezuela tem algo para nos ensinar em matéria de direitos públicos ou liberdades, com muito gosto copiaríamos se for conveniente. E diremos a eles o que opinamos em matéria de direitos públicos e liberdades do regime bolivariano", disse o ministro. EFE bal-ra/ff