Internacional Mistério na Coreia do Norte: morte de ministro da Defesa pode não ser verdade

Mistério na Coreia do Norte: morte de ministro da Defesa pode não ser verdade

Agência de notícias oficial do país não confirmou a execução do político

  • Internacional | Do R7

TV estatal norte-coreana teria divulgado um documentário no qual aparecem imagens do ministro Hyon Yong-chol

TV estatal norte-coreana teria divulgado um documentário no qual aparecem imagens do ministro Hyon Yong-chol

Reprodução/ BBC

Notícias sobre a suposta execução do ministro de Defesa da Coreia do Norte, Hyon Yong-chol, se espalharam essa semana e, logo em seguida, especulações de que sua morte pode não ser verdade começaram surgir. Ontem, a TV estatal norte-coreana teria divulgado um documentário no qual aparecem imagens de Yong-chol, segundo a agência sul-coreana de notícias Yonhap.

A medida vai contra uma tradição do regime de Kim Jong-un, que costuma impedir que qualquer conteúdo relacionado a políticos executados seja veiculado no país, como foi o caso de seu tio Chang Song-thaek, morto em 2013.

Ministro da Defesa da Coreia do Norte é executado por cochilar em evento

Nos últimos dias de vida, chefe de defesa da Coreia do Norte foi a show de banda pop

Informações divulgadas anteriormente pela agência reproduziam dados apresentadas pelo serviço secreto sul-coreano ao parlamento do país, que davam conta que o regime de Kim Jong-un teria executado com um “tiro antiaéreo” o ministro da Defesa Hyon Yong-chol por ter dormido durante um evento oficial.

Nesta sexta-feira, Jong-un visitou uma fazenda do exército sem a companhia do ministro da Defesa. Até o momento, a agência de notícias oficial da Coreia do Norte não confirmou a execução do político, o que contribui para o mistério em relação ao caso.

É importante ressaltar que a Coreia do Norte é um país fechado e, por conta disso, as informações costumam demorar para ser confirmadas.

Últimas