Eleições EUA 2020

Internacional Mulher é baleada durante invasão ao Congresso dos EUA

Mulher é baleada durante invasão ao Congresso dos EUA

Informações preliminares são de que o tiro teria partido de um agente de segurança; não há detalhes sobre o estado de saúde

  • Internacional | Do R7

Uma pessoa foi baleada durante a invasão ao Congresso dos EUA

Uma pessoa foi baleada durante a invasão ao Congresso dos EUA

Jim Lo Scalzo / EFE - EPA - 6.1.2021

Pelo menos uma pessoa foi baleada durante a invasão do Congresso dos Estados Unidos, nesta quarta-feira (6), por parte de apoiadores do presidente Donald Trump, informaram fontes dos serviços de emergência de Washington à "Fox".

Segundo fontes consultadas pela emissora "CNN", uma mulher está um condição crítica após ter sido ferida por bala no peito no início da invasão ao Capitólio, em Washington.

Imagens da "MSNBC" mostraram uma mulher sendo transportada em uma maca enquanto sofria uma forte hemorragia logo após serem ouvidos gritos que alertavam sobre tiros dentro do Congresso. Ainda não está claro quem atirou na mulher.

Os apoiadores de Trump invadiram o plenário da Câmara dos Representantes, que havia sido evacuada, e confrontaram os agentes de segurança do Capitólio. Para driblar a polícia e entrar no edifício, diversos manifestantes quebraram janelas e abriram portas à força.

Os agentes utilizaram gás lacrimogêneo nas escadas do edifício, mas dezenas de pessoas conseguiram entrar nos plenários da Câmara e do Senado, enquanto os congressistas eram evacuados, assim como o vice-presidente Mike Pence.

Era Pence quem deveria presidir nesta quarta-feira a sessão no Congresso que certificaria a vitória do democrata Joe Biden nas eleições, as quais Trump afirma que foram fraudulentas, mas sem apresentar provas.

"Peço a todos que estão no Capitólio para que se mantenham pacíficos. Sem violência. Somos o partido da lei e da ordem. Respeitem a lei e nossos homens e mulheres de azul (policiais)", escreveu Trump no Twitter durante a invasão.

Após cerca de uma hora de caos, centenas de manifestantes que estavam reunidos ao redor do Capitólio começaram a abandonar lentamente o local.

Todo o Distrito de Columbia permanecerá em toque de recolher. Várias unidades de reservistas da Guarda Nacional e agentes federais foram acionadas para garantir a segurança.

Últimas