Internacional Mundo tem taxa recorde de 899,7 mil casos de covid-19 em 24 horas

Mundo tem taxa recorde de 899,7 mil casos de covid-19 em 24 horas

Segundo dados da OMS, Índia concentra mais de um terço dos novos casos, com 346 mil pessoas contaminadas

  • Internacional | Da EFE

Índia concentras mais de um terço dos casos de covid-19 registrados nas últimas 24 horas

Índia concentras mais de um terço dos casos de covid-19 registrados nas últimas 24 horas

JAMAL TARAQAI/EFE

O mundo registrou um recorde de casos diários de covid-19 nas últimas 24 horas, com 899,7 mil, mais de um terço deles concentrados na Índia (346 mil), um patamar ainda não alcançado em nenhum outro país, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde).

O total de casos da doença em todo o planeta desde o início da pandemia chegou a 145 milhões, ainda segundo a OMS, sem que se vislumbre um pico da quarta onda por enquanto. Já o total de mortes subiu para 3,07 milhões, sendo 14 mil no último dia, das quais 2,6 mil na Índia e 2 mil no Brasil.

A alta incidência da variante indiana, que já foi detectada em países como Suíça, Bélgica e Reino Unido, é uma grande preocupação para a OMS, em um momento em que as campanhas de vacinação continuam a avançar lenta e desigualmente, mas já ultrapassaram a marca de 1 bilhão de doses administradas em todo o mundo.

Os Estados Unidos são o país que mais as aplicou (225 milhões), seguidos por China (218 milhões) e Índia (138 milhões). A União Europeia, por sua vez, administrou 128 milhões de doses, e o Brasil, 37 milhões.

Israel é o país com mais doses aplicadas por 100 habitantes (quase 120), seguido por Emirados Árabes Unidos (103), Chile (73), Bahrein (68) e Estados Unidos e Reino Unido (ambos com 67).

As Américas continuam sendo a região com o maior número de casos de covid-19 em termos absolutos (60 milhões), à frente de Europa (50 milhões) e Sul da Ásia (quase 20 milhões).

Ainda de acordo com a OMS, a curva de casos diários vem diminuindo lentamente há algumas semanas nas Américas e na Europa, mas continua a aumentar exponencialmente no Sul da Ásia, devido à alta incidência de contágios na Índia.

Com avanço da vacinação, Europa inicia afrouxamento de restrições

Últimas