Internacional Navio de ONG espanhola resgata 158 migrantes no Mediterrâneo

Navio de ONG espanhola resgata 158 migrantes no Mediterrâneo

A ONG efetuou os resgates em duas operações, uma na noite de segunda e hoje pela manhã. Neste momento, é o único navio humanitário na Líbia

  • Internacional | Da EFE

A Open Arms acaba de chegar à área de busca e salvamento (SAR) da Líbia

A Open Arms acaba de chegar à área de busca e salvamento (SAR) da Líbia

REUTERS/Juan Medina

O navio da ONG espanhola Open Arms resgatou 158 migrantes em poucas horas no Mediterrâneo central, com mais de 600 pessoas aguardando um porto seguro a bordo de várias embarcações.

A ONG efetuou esses resgates em duas operações diferentes, na noite de segunda-feira, interceptando um barco ameaçado em águas internacionais, transportando 102 pessoas. E mais cedo, com o resgate de outras 56 pessoas.

A Open Arms acaba de chegar à área de busca e salvamento (SAR) da Líbia depois de passar seis dias reparando um problema mecânico no motor de seu navio, e a ONG está pedindo ajuda para resolvê-lo permanentemente ou para adquirir um novo navio.

De fato, neste momento, é o único navio humanitário presente nas águas internacionais da Líbia, de onde parte a maior parte dos migrantes, já que o restante das embarcações se aproximou da costa italiana em busca de um porto.

O chefe da missão da Open Arms, Gerard Canals, disse à Agência Efe que entre os resgatados há três mulheres e 38 menores desacompanhados, provenientes de países como Sudão do Sul, Gâmbia, Egito, Senegal, Chade, Burkina Faso, Guiné e República Centro-Africana.

Últimas