Novo Coronavírus

Internacional Navio italiano atracado no Japão tem mais 57 casos de coronavírus

Navio italiano atracado no Japão tem mais 57 casos de coronavírus

Embarcação chegou a Nagasaki para reparos no final de janeiro, com 623 tripulantes a bordo, sem passageiros. 148 pessoas estão infectados

Navio de cruzeiro Costa Atlantica atracado no Japão

Navio de cruzeiro Costa Atlantica atracado no Japão

Kyodo via Reuters / 21.4.2020

As autoridades da cidade de Nagasaki, no Japão, relataram neste sábado (25) que mais 57 tripulantes de um cruzeiro de bandeira italiana atracado no local estão infectados com o novo coronavírus, elevando o número de casos para 148.

O navio da Costa Atlântica chegou ao porto de Nagasaki para reparos no final de janeiro, com 623 tripulantes a bordo, mas sem passageiros, e nas últimas horas foram realizados testes em todos eles para saber quem havia sido infectado.

Conforme relatado pela emissora pública de TV "NHK", um dos contagiados precisou ser internado em um centro médico de Nagasaki, apresentando sintomas mais graves do que o restante dos infectados.

As autoridades não divulgaram detalhes sobre a nacionalidade das pessoas afetadas pela Covid-19, mas a imprensa japonesa informou que a tripulação vem de 30 países, a maioria asiáticos.

Os trabalhos de reparo da Costa Atlântica deveriam ser realizados originalmente na China, mas mudaram de rota após o surto do novo coronavírus em Wuhan.

Desde que os primeiros casos de Covid-19 foram detectados em Nagasaki, em meados de março, as autoridades pediram às pessoas nos navios que atracavam no porto que não deixassem os barcos para evitar uma extensão da doença.

O maior surto de Covid-19 detectado no Japão em uma embarcação foi no navio de cruzeiro Diamond Princess, que atracou no porto de Yokohama no início de fevereiro com mais de 3 mil pessoas a bordo, incluindo tripulação e passageiros.

Nesse cruzeiro, foram registrados 712 casos do novo coronavírus, com 13 mortes.

Últimas