Coronavírus

Internacional Nova York tem mais mortos por covid-19 do que no 11 de Setembro

Nova York tem mais mortos por covid-19 do que no 11 de Setembro

Cidade mais populosa dos EUA já teve 3.202 mortes por coronavírus, mais que as 2.753 vítimas do atentado terrorista contra o World Trade Center em 2001

Enfermeiros transportam corpos para necrotério improvisado em Nova York

Enfermeiros transportam corpos para necrotério improvisado em Nova York

Justin Lane / EFE - 7.4.2020

A cidade de Nova York, nos Estados Unidos, registrou até esta terça-feira (7) 3.202 mortes em decorrência da Ccvid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus, em número que supera o de vítimas pelos atentados de 11 de setembro de 2001.

De acordo com as autoridades locais de saúde, houve aumento de 727 mortes na comparação com o boletim divulgado ontem, apenas na maior cidade do país.

Leia também: Estado de Nova York registra maior número diário de mortes por coronavírus

Na série de ataques suicidas contra pontos icônicos dos EUA, como o World Trade Center, em Nova York morreram 2.753 pessoas - contando outros pontos dos EUA, foram 2.977 vítimas.

"Nunca imaginei que voltaríamos a ver tantas mortes em Nova York. De maneira alguma", disse o ex-chefe do Corpo de Bombeiros da cidade, Tom Von Essen, em entrevista ao jornal "The New York Post".

Epicentro da pandemia

Nova York se tornou o epicentro da pandemia da covid-19 nos Estados Unidos. Em todo o estado, são 5.489 mortos, e o número de casos de infecção já está perto de 139 mil.

De acordo com contabilização feita pela Universidade Johns Hopkins, em todo o país são cerca de 370 mil casos, e 11 mil mortes.

Últimas