Nova Zelândia anuncia primeiros casos locais de covid após 102 dias

Foram quatro diagnósticos da doença na mesma família, na cidade de Auckland; governo pede que pessoas não saiam de casa para evitar contágios

Jacinda Ardern pede que pessoas fiquem em casa

Jacinda Ardern pede que pessoas fiquem em casa

Reprodução / Reuters TV

A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, anunciou nesta terça-feira (11) que o país registrou sua primeira infecção comunitária pelo novo coronavírus em 102 dias. São quatro casos na mesma família, na cidade de Auckland, incluindo um menor de idade.

"Depois de 102 dias, temos nossos primeiros casos de covid-19 fora das instalações de isolamento ou quarentena. Embora todos nós tenhamos trabalhado muito para evitar esse cenário, também planejamos e nos preparamos para isso", disse Ardern.

O país é considerado um caso de sucesso no controle da pandemia e chegou a zerar as infecções pelo novo coronavírus no início de junho.

A premiê explicou que a fonte de transmissão da covid-19 é desconhecida, uma vez que os novos pacientes não têm histórico de viagens e nem tiveram contato direto com qualquer outro doente.

Auckland em quarentena

"Pedimos ao povo de Auckland que fique em casa para impedir a propagação", disse Ardern, que colocou a cidade em quarentena, o que significa que não pode haver mais de dez pessoas não podem se reunir, fechamento de escolas e obrigatoriedade do uso de máscaras em locais onde a distância social não pode ser mantida.

No final de março, o governo da Nova Zelândia impôs uma das quarentenas mais rígidas do mundo devido à pandemia da covid-19, retornando à normalidade no início de junho após considerar que havia conseguido eliminar o vírus.