Internacional Novo bombardeio na região de Kharkiv, na Ucrânia, mata oito pessoas, duas delas crianças

Novo bombardeio na região de Kharkiv, na Ucrânia, mata oito pessoas, duas delas crianças

Este foi o segundo ataque na cidade nesta quarta-feira (2). Pela manhã, outro bombardeio deixou quatro mortos e nove feridos

Agência EFE
Cidade de Kharkiv foi alvo de dois ataques russos nesta quarta-feira

Cidade de Kharkiv foi alvo de dois ataques russos nesta quarta-feira

Sergey Bobok/AFP - 02.03.2022

Oito pessoas, entre elas duas crianças, foram mortas na noite desta quarta-feira (2) em um bombardeio à cidade ucraniana de Izium, na região de Kharkiv, segundo informou o vice-prefeito do munícipio, Volodmir Matsokin. O ataque começou às 23h59, horário local (18h59 de Brasília), e atingiu um prédio de vários andares. Em um dos apartamentos morreram oito pessoas, duas delas crianças, explicou o vice-prefeito.

A capital regional, Kharkiv, a segunda maior cidade da Ucrânia, está sob ataque russo desde o início da manhã – depois do desembarque de tropas aerotransportadas – com mísseis que atingiram vários prédios estatais e uma universidade.

O bombardeio deixou quatro mortos e nove feridos, segundo Kiev, que quantificou em mais de 2.000 o número de civis mortos em ataques russos desde o início da invasão, há uma semana. O Exército russo avançou hoje com intensos ataques no sul da Ucrânia, onde assumiu o controle da cidade de Kherson, com quase 300 mil habitantes, e praticamente bloqueia Mariupol, assim como no leste, onde afirma ter dominado grande parte da costa do mar de Azov.

O presidente ucraniano Volodmir Zelenski afirmou, em uma nova mensagem de vídeo na noite desta quarta-feira, que "quase 9.000 soldados russos morreram em uma semana". Nesta quarta, pela primeira vez em sete dias de ofensiva militar, a Rússia admitiu a morte de 498 soldados russos na guerra, além de 1.597 feridos, segundo o porta-voz do Ministério da Defesa, Igor Konashenkov.

Arte R7

Últimas