Novo Coronavírus

Internacional Número de pedidos de seguro-desemprego nos EUA segue caindo

Número de pedidos de seguro-desemprego nos EUA segue caindo

Nesta semana, foram registrados 881 mil novos pedidos. Queda no número se deve a pequenas melhoras no mercado e ajuste dos dados

EUA teve novos 881 mil processos de desemprego

EUA teve novos 881 mil processos de desemprego

Nick Oxford/Reuters

O número de pessoas entrando com o processo de desemprego e pedidos de seguro nos Estados Unidos caiu pela segunda semana seguida e está se mantendo abaixo do 1 milhão.

A queda desta semana, que teve 881 mil pedidos, se deve a pequenas melhoras na economia e no mercado de trabalho, além de ajustes nos dados.

Além dos processos de desemprego, outras 759 mil pessoas entraram com pedidos na Assistência de Desemprego na Pandemia, que oferece ajuda às pessoas que não trabalham no setor tradicional, como funcionários de eventos e autônomos.

Apesar da queda nos números, os dados ainda são altos considerando o histórico dos Estados Unidos.

Nesta semana, o Ministério do Trabalho mudou as regras para melhor contabilizar os desempregos e as mudanças durante a pandemia do novo coronavírus. Com a mudança, eles esperam que os dados sejam mais precisos.

O diretor-gerente e economista político da Evercore ISI, Ernie Teschi, disse em entrevista ao jornal The New York Times que a queda dos números é um sinal positivo para a economia norte-americana, “mas apontam para uma longa recuperação”.

Na sexta-feira (4), o governo dos EUA vai divulgar os dados dos novos empregos disponibilizados em agosto. Economistas esperam que o relatório aponte pelo menos 1,2 milhão de novos empregos. Em julho, foram 1,8 milhão.

Últimas