Eleições EUA 2020

Internacional 'Nunca aposte contra mim': Trump continua confiante na vitória

'Nunca aposte contra mim': Trump continua confiante na vitória

Em uma entrevista ao colunista conservador Byron York, do Washington Examiner, Donald Trump falou sobre a série de ações abriu nos estados

  • Internacional | Do R7

Trump disse que continua confiante de que é possível virar o jogo

Trump disse que continua confiante de que é possível virar o jogo

REUTERS/Carlos Barria/04 - 01- 2020

Sem dar nenhuma declaração desde que a Joe Biden foi considerado vencedor das eleições dos EUA de 2020, o atual presidente do país, Donald Trump ainda acredita que pode virar o jogo. "Nunca aposte contra mim", disse Trump. A notícia é da Al Jazeera.

Em uma entrevista ao colunista conservador Byron York, do Washington Examiner, Donald Trump falou sobre a série de ações que seu comitê de campanha abriu em alguns estados e como elas podem mudar o cenário.

"Vamos ganhar Wisconsin", disse ele a York, embora esteja atrás por pouco mais de 20.000 votos em quase 3,3 milhões de votos. Espera-se que Trump peça uma recontagem lá na próxima semana. Em 2016, Trump ganhou em Wisconsin por 22.478 votos em quase três milhões de votos e uma recontagem naquele ano afetou apenas 131 votos - a seu favor.

"Arizona - cairá para 8.000 votos, e se pudermos fazer uma auditoria dos milhões de votos, encontraremos 8.000 votos fáceis. Se pudermos fazer uma auditoria, estaremos bem lá", continuou Trump. Apesar da projeção dar Biden como vencedor no Arizona.

Ele expressou confiança de que vai ganhar a Geórgia após a recontagem manual dos votos que começou na sexta-feira. "Estamos reduzidos a cerca de 10.000, 11.000 votos e temos contagem manual".

Com Michigan e Pensilvânia, “os dois grandes estados”, Trump explicou que suas chances dependem de uma série de ações judiciais que sua campanha abriu.

'A coisa certa'

Trump também falou com o jornalista pró-Trump Geraldo Rivera, que aparece regularmente na Fox News, dizendo a Rivera que ele é um “'realista' que fará a 'coisa certa'”, mas quer ver como os processos judiciais e recontagens vão se desenrolar.

Na sexta-feira, Trump tuitou mais afirmações infundadas, declarando novamente a eleição "fraudada". O Twitter imediatamente rotulou as afirmações em seu tweet de “contestadas”, como fez com muitos tweets do presidente desde o dia da eleição.

Leia mais: Nem Trump nem a mídia: quem realmente decide oficialmente a eleição presidencial nos EUA

"Por anos, os democratas têm pregado o quão inseguras e fraudulentas nossas eleições têm sido”, escreveu Trump. “Agora eles estão dizendo que trabalho maravilhoso a administração Trump fez ao tornar 2020 a eleição mais segura de todos os tempos. Na verdade, isso é verdade, exceto pelo que os democratas fizeram. Eleição manipulada!", disse o twitt.

O conservador York disse que era “definitivamente um cenário otimista - e um em desacordo com o estado atual da corrida” e acrescentou, “na verdade, o quadro parece desolador para o presidente”.

Últimas