Novo Coronavírus

Internacional NY fará megashow no Central Park para comemorar reabertura

NY fará megashow no Central Park para comemorar reabertura

Segundo jornal, intenção é reunir oito estrelas 'icônicas' em uma apresentação de três horas para 60 mil espectadores

NY fará megashow no Central Park para comemorar reabertura

NY fará megashow no Central Park para comemorar reabertura

Wikipédia

A prefeitura de Nova York recrutou o famoso produtor musical Clive Davis para organizar um megashow no Central Park, evento para comemorar a recuperação da cidade após a pandemia de covid-19, informou o jornal The New York Times nesta segunda-feira (7).

Ainda não há artistas confirmados, mas a intenção é reunir oito estrelas "icônicas" em uma apresentação de três horas, com a presença de 60 mil espectadores e transmissão televisionada para todo o mundo, disse Davis ao jornal.

O evento, provisoriamente planejado para 21 de agosto, fará parte de uma semana de comemorações para marcar a reabertura da cidade, que chegou a ser o principal foco de covid-19 no mundo.

"Este show será uma oportunidade única na vida", afirmou ao mesmo jornal o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, ao garantir que a semana será algo "nunca antes visto" na 'Big Apple'.

Com a ideia de reunir grandes estrelas, De Blasio contratou Davis, um dos principais nomes da indústria musical americana há décadas e que ao longo da carreira trabalhou com nomes como Janis Joplin, Bruce Springsteen, Aretha Franklin e Whitney Houston.

O produtor, de 89 anos, já está trabalhando na seleção de artistas. A empresa Live Nation, gigante dos shows ao vivo, também está envolvida na produção.

Segundo Davis, que desde 1976 se encarrega da organização da cerimônia de premiação do Grammy, a maioria dos ingressos serão gratuitos, mas haverá assentos VIP à venda.

O lugar escolhido para o megashow é o grande gramado no meio do Central Park, cenário de apresentações históricas de artistas como Elton John (1980), Simon & Garfunkel (1981) e Luciano Pavarotti (1993).

Ao longo dos últimos anos, a área recebeu várias edições do festival Global Citizen, com shows de Beyoncé, Metallica, Neil Young e Coldplay, entre outros.

Após ter sido um dos lugares mais afetados do mundo pela covid-19, Nova York está acelerando a reabertura e tentando reativar a economia local e o turismo, uma das grandes fontes de receita da cidade.

Apesar de já ter encerrado a maioria das restrições impostas ao lazer, a cidade ainda não realizou nenhum evento desse porte. De acordo com a prefeitura, o show terá setores para pessoas vacinadas — para as quais serão reservadas 70% dos ingressos — e para pessoas que não se vacinaram.

Últimas