Outras 20 mulheres nigerianas foram sequestradas por supostos membros do grupo Boko Haram 

Três jovens que tentaram impedir o sequestro também foram levadas pelos homens armados 

Outras 20 mulheres nigerianas foram sequestradas por supostos membros do grupo Boko Haram 

Comunidades de Chibok ainda pedem pela libertação das meninas sequestradas

Comunidades de Chibok ainda pedem pela libertação das meninas sequestradas

AFP

Supostos militantes do grupo Boko Haram sequestraram 20 mulheres em um assentamento nômade no nordeste da Nigéria, próximo a cidade de Chibok, divulgou a imprensa nesta segunda-feira (9). Em abril, a cidade já teve mais de 200 estudantes levadas pelo grupo. 

De acordo com Alhaji Tar, um membro de um grupo de vigilantes criado para combater ataques do Boko Haram, os homens chegaram até o assentamento ao meio-dia da última quinta-feira (5) e forçou as mulheres para que entrassem em seus veículos. 

De acordo com o jornal The Huffington Post, Tar ainda disse que eles levaram outras três jovens que tentaram impedir o sequestro. 

Festa de posse de al-Sisi, no Egito, tem casos de estupros coletivos 

Mulheres sob ameaça: indianas são vítimas de estupros, agressões e outros crimes brutais

O porta-voz da Defesa nigeriana afirmou que mais de 50 militantes do Boko Haram foram mortos em aldeias próximas. 

Nas últimas semanas, os extremistas têm bombardeado estações de ônibus e mercados em três cidades da região. Na semana passada o grupo teria matado centenas de civis em três aldeias do Estado de Borno. Os moradores disseram que haviam solicitado apoio militar e o envio de tropas para proteção do local quando ouviram ameaças de que o Boko Haram atacaria a região. De acordo com o Huffington, o apoio nunca existiu.

O que acontece no mundo passa por aqui

Seja bombardead@ de boas notícias. R7 Torpedos