Novo Coronavírus

Internacional Palestina anuncia fechamento de Belém por 48 hs para frear contágios

Palestina anuncia fechamento de Belém por 48 hs para frear contágios

 Ministério da Saúde local registrou neste sábado (27) 33 casos em Belém. Até agora, os territórios palestinos totalizam 1.862 casos e cinco mortes

  • Internacional | EFE

Cidade de Belém fechará na segunda (29)

Cidade de Belém fechará na segunda (29)

EFE/EPA/ATEF SAFADI/Archivo

As autoridades da Palestina fecharão por completo a cidade de Belém durante 48 horas a partir de segunda-feira (29) para conter a propagação da pandemia de covid-19, informou neste sábado (27) a agência oficial de notícias Wafa.

Leia mais: Brasil assina acordo para produzir vacina de Oxford contra coronavírus

Os casos na Cisjordânia aumentaram de maneira exponencial recentemente, o que fez o governo adotar mais restrições para impedir o avanço da doença: nesta semana, fechou Nablus e Hebrom, vetando tanto a entrada como a saída de pessoas dessas cidades por vários días.

O mesmo pode acontecer agora com Belém, que já está familiarizada com a medida.

Veja também: OMS precisa de R$ 170,9 bilhões para ações de combate à covid-19

Em março, no início da pandemia, a cidade foi o principal foco de Covid-19 na Cisjordânia e a primeira sujeita a um bloqueio após várias infecções terem sido detectadas em turistas gregos que visitaram a Basílica da Natividade, onde a tradição cristã afirma que Jesus Cristo nasceu.

De acordo com a agência, o fechamento ocorrerá a partir das 6h (horário local; meia-noite em Brasília) desta segunda-feira e será prolongado por dois dias.

O fechamento será imposto a instituições oficiais e empresas privadas: apenas padarias, farmácias e hospitais permanecerão abertos.

Leia mais: Islândia se livra do coronavírus, vai às urnas e vê turistas voltarem

As pessoas também serão impedidas de entrar e sair do distrito, e a circulação dentro da própria Belém e das cidades nos arredores será restringida "exceto em casos humanitários".

O Ministério da Saúde local registrou neste sábado (27) 67 infecções, 33 em Belém. Até agora, os territórios palestinos totalizam 1.862 casos e cinco mortes (uma em Gaza, duas na Cisjordânia e duas em Jerusalém Oriental).

Últimas