Coronavírus

Internacional Palestinos recebem 100 mil doses de vacina anticovid chinesa

Palestinos recebem 100 mil doses de vacina anticovid chinesa

Região começou vacinação há pouco tempo e depende de doações para obter imunizante. Idosos e doentes já receberam 1º dose

Palestina recebe 100 mil doses de vacina da Sinopharm

Palestina recebe 100 mil doses de vacina da Sinopharm

Leonardo Fernandez Viloria/Reuters - 7.3.2021

Os palestinos receberam nesta segunda-feira 100 mil doses da vacina chinesa Sinopharm, o maior lote de imunizantes contra o coronavírus que receberam desde o início da pandemia.

Essas doses "representam a promessa feita pela China de colocar as vacinas a serviço do mundo e apoiar plenamente os esforços da Autoridade Palestina em sua luta contra o coronavírus", disse o embaixador chinês junto à Autoridade Palestina, Guo Wei, em coletiva de imprensa em Ramallah.

Este lote de 100 mil doses "contribuirá muito para acelerar a campanha de vacinação", comemorou a ministra palestina da Saúde, Mai al-Kaila, que havia alertado recentemente que o número de infecções havia aumentado na Cisjordânia ocupada. 

No dia 21 de março, a Autoridade Palestina lançou a vacinação de pessoas com mais de 75 anos e alguns doentes, poucos dias após ter recebido um primeiro lote de 60 mil vacinas anticovid do dispositivo Covax, destinadas às regiões mais desfavorecidas.

Mais de 20 mil dessas 60 mil doses foram transferidas para a Faixa de Gaza, um enclave palestino sob bloqueio israelense.

Últimas