Internacional Paquistão liberta 100 talibãs de grupo local e mantém a trégua

Paquistão liberta 100 talibãs de grupo local e mantém a trégua

O Tehrik-e-Taliban (TTP), que é independente do Talibã afegão, realizou diversos atentados em solo paquistanês desde 2007

AFP
O TTP fez uma trégua com o governo do Paquistão no mês de novembro

O TTP fez uma trégua com o governo do Paquistão no mês de novembro

EFE / EPA - Arquivo

O Paquistão libertou uma centena de militantes do movimento talibã local, que aceitou por sua vez prosseguir com a trégua instalada no início de novembro, informaram as duas partes nesta quinta-feira (9).

O grupo Tehrik-e-Taliban (TTP), diferente do Talibã afegão, mas com o qual compartilha a ideologia e parte de sua história, é responsável por vários atentados no Paquistão desde sua criação, em 2007.

A ação do exército paquistanês se enfraqueceu e reduziu suas ações em seu país natal, o que obrigou o grupo a seguir para o outro lado da fronteira, no leste do Afeganistão.

Há mais de um ano, mas especialmente desde que o Talibã afegão retornou ao poder, os paquistaneses conseguiram obrigar Islamabad a negociar, pela primeira vez desde 2014.

De agosto a outubro deste ano, o TTP reivindicou 93 atentados no Paquistão, contra 50 em 2019.

Últimas