Internacional Para Erdogan, Macron se aproveita de crise e 'não tem experiência'

Para Erdogan, Macron se aproveita de crise e 'não tem experiência'

Presidente da Turquia volta a atacar o líder francês, desta vez por sua atuação no Grupo de Minsk e por interferir no conflito entre Armênia e Azerbaijão

  • Internacional | Da EFE

Erdogan criticou interferência de Macron no conflito entre Azerbaijão e Armênia

Erdogan criticou interferência de Macron no conflito entre Azerbaijão e Armênia

Roman Ismaylov / EFE - EPA - 10.12.2020

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou nesta sexta-feira (11) que o mandatário da França, Emmanuel Macron, não tem experiência política e se aproveita da crise internacional em benefício próprio, e o acusou de se "envolver" na guerra entre Armênia e Azerbaijão pela região de Nagorno-Karabakh.

Leia também: Presidente turco diz que Macron precisa de 'tratamento mental'

"Falarei francamente e muito abertamente. Macron nunca teve uma contribuição positiva no Grupo de Minsk. Como presidente francês, ele está agindo com inexperiência. Por seus passos inexperientes, ele emaranhou tudo", disse Erdogan à imprensa turca ao retornar de viagem oficial ao Azerbaijão.

"Sem experiência"

O político islâmico se referiu à participação da França no Grupo de Minsk, da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa, que atua como mediador do conflito entre Armênia e Azerbaijão. Erdogan acusou Macron de tirar proveito de todas as crises políticas, do Líbano à Líbia.

"Macron não tem experiência política. Como resultado, todas as pesquisas mostram que ele se afastou", reiterou.

A guerra entre Azerbaijão e Armênia terminou em 11 de novembro com um acordo para as tropas armênias se retirarem de várias áreas limítrofes do território de Nagorno-Karabakh, que controlavam desde o início dos anos 90.

Últimas