Crise na Venezuela
Internacional Parlamento Europeu reconhece Juan Guaidó como presidente

Parlamento Europeu reconhece Juan Guaidó como presidente

Decisão foi tomada depois que Nicolás Maduro recusou a possibilidade de novas eleições, mesmo com ultimato da União Europeia

Parlamento Europeu reconhece Guaidó

Parlamento Europeu reconhece Guaidó

REUTERS/Carlos Garcia Rawlins 25.01.2019

O Parlamento Europeu reconheceu nesta quinta-feira (31) Juan Guaidó, líder da oposição, como presidente legítimo da Venezuela. A decisão se tomou depois que Nicolás Maduro rejeitou a possibilidade de novas eleições no país, mesmo com o ultimato da União Europeia.

Pelo site oficial do Parlamento Europeu, o órgão reconhece Guaidó como “único presidente interino legítimo do país até que novas, livres, transparentes e credíveis eleições presidenciais sejam feitas, em ordem de restaurar a democracia” na Venezuela.

O órgão também condena a repressão violenta do governo de Maduro às manifestações que acontecem no país desde que Guaidó se declarou presidente, no último dia 23.

O Parlamento espera que os responsáveis por atos violentos e que desrespeitam os direitos humanos sejam investigados, além de repudiar a detenção de jornalistas venezuelanos e estrangeiros.

Desde o anúncio como presidente interino, Guaidó recebeu apoio dos Estados Unidos, Brasil, Argentina, Espanha e Canadá. A União Europeia incentivou o diálogo entre as partes, e a Espanha garantiu ajuda humanitária aos imigrantes venezuelanos que procurarem asilo no país. Cuba, China e Rússia apoiam o governo de Nicolás Maduro.