Brexit: Reino Unido fora da União Europeia
Internacional Partido pró-União Europeia vence eleição local britânica e vê rejeição ao Brexit

Partido pró-União Europeia vence eleição local britânica e vê rejeição ao Brexit

Resultado surpreendente foi considerado uma rejeição ao "Brexit duro"

Partido pró-União Europeia vence eleição local britânica e vê rejeição ao Brexit

Sarah Olney, dos Liberal Democratas, venceu em um distrito eleitoral do sudoeste de Londres

Sarah Olney, dos Liberal Democratas, venceu em um distrito eleitoral do sudoeste de Londres

Reuters

O Partido Liberal Democratas do Reino Unido, que é pró-União Europeia, conquistou um assento parlamentar anteriormente ocupado pelo governista Partido Conservador nesta sexta-feira (2), em um resultado surpreendente que a legenda vencedora saudou com uma rejeição ao "Brexit duro", a desfiliação britânica da UE que implicaria em uma saída do mercado comum europeu.

A vitória de Sarah Olney, dos Liberal Democratas, em um distrito eleitoral do sudoeste de Londres, ilustrou as divisões profundas que permeiam o país, que rompeu com o bloco em um referendo em junho com o placar de 52 a 48 por cento dos votos.

O êxito também reduz a maioria já pequena da primeira-ministra britânica, Theresa May, no Parlamento, que pode ter que aprovar a decisão de desencadear o processo formal de saída da UE.

A área afluente de Richmond Park e North Kingston apoiou o campo do "fica" no referendo sobre a filiação ao bloco.

Migração da UE para o Reino Unido atingiu recorde antes do Brexit, diz levantamento

Crise global: uma em cada sete pessoas no mundo é migrante ou refugiada

Sarah, que fez campanha pela vaga parlamentar prometendo votar contra a convocação das conversas de separação, disse que seus moradores enviaram "uma onda de choque" contra o Brexit.

"Nossa mensagem é clara: não queremos um Brexit duro; não queremos ser retirados do mercado comum; e não deixaremos a intolerância, a divisão e o medo vencerem", disse a parlamentar, em um discurso após o anúncio de sua vitória.

Ela derrotou o atual ocupante do cargo, Zac Goldsmith, com 20.510 votos contra 18.638. Goldsmith concorreu como candidato independente depois de deixar o Partido Conservador devido à decisão do governo de realizar expansões no aeroporto de Heathrow.