Partido Republicano oficializa candidatura de Trump à presidência

Nesta segunda-feira (24), começa a convenção do partido Republicano no estado da Carolina do Norte, com a participação de familiares de Trump

Donald Trump será anunciado oficialmente candidato à presidência hoje

Donald Trump será anunciado oficialmente candidato à presidência hoje

ravis Dove/Pool via Reuters/ 24.08.2020

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chegou ao local da convenção republicana, em Charlotte, no Estado da Carolina do Norte, encerrando as especulações sobre uma aparição surpresa. O partido já oficializou a candidatura de Trump à reeleição, após ele conquistar os votos necessários.

Diferente da convenção dos Democratas, o encontro Republicano contará com vários membros da família Trump, e terá o presidente falando todos os dias. "A escolha nesta eleição nunca foi tão clara e as apostas nunca foram tão altas", disse o vice-presidente Mike Pence aos participantes no início da convenção republicana.

Isso marcou um contraste com os democratas, que optaram por um formato inteiramente virtual para nomear Biden, um ex-vice-presidente e companheiro de chapa, a senadora Kamala Harris. Essa mudança pretendia reduzir o risco de disseminação do vírus no evento político.

Disputa eleitoral

Biden, 77, está liderando Trump, 74, nas pesquisas de opinião antes da eleição de 3 de novembro. Biden e seus colegas democratas retrataram Trump como uma força para a escuridão, o caos e a incompetência, enquanto enfatizavam a diversidade e valores democratas como "empatia" e "unidade".

Os republicanos disseram que sua convenção ofereceria uma mensagem mais esperançosa, com ênfase em "lei e ordem", direitos de armas, cortes de impostos e os homens e mulheres "esquecidos" da América.

Os republicanos optaram por não votar em um documento de plataforma tradicional detalhando seus objetivos de política, em vez de dizer que apoia o que Trump está fazendo. A campanha de Trump lançou uma série de objetivos pontuais, incluindo a promessa de "criar 10 milhões de novos empregos em 10 meses".

Ao vivo

O presidente, um ex-astro de reality shows, planeja realizar vários eventos ao vivo durante a convenção republicana, em contraste com os democratas, que mostraram segmentos pré-gravados ou discursos em locais quase vazios para evitar a propagação do coronavírus.

Trump viajou na segunda-feira para a Carolina do Norte, o local do evento reduzido. Os discursos diários planejados de Trump são uma ruptura com a tradição do indicado manter um perfil baixo antes de um discurso de aceitação na noite final da convenção.

Durante a noite, manifestantes e policiais se enfrentaram pela terceira vez consecutiva perto do Centro de Convenções de Charlotte com a polícia usando spray de pimenta na multidão. O Departamento de Polícia de Charlotte-Mecklenburg disse em um comunicado que os policiais prenderam cinco pessoas na noite de domingo.

Donald Trump e Mike Pence na Convenção Republicana em Charlotte

Donald Trump e Mike Pence na Convenção Republicana em Charlotte

Leah Millis/ Reuters/ 24/08/2020

Convidados próximos

Na terça-feira (25), a esposa de Trump, Melania, fará um discurso da Casa Branca, enquanto Pence segue na quarta-feira do local histórico Fort McHenry de Baltimore.

Trump aceitará a indicação de seu partido na noite de quinta-feira, diante de uma multidão no gramado sul da Casa Branca. Os democratas criticaram a medida como um uso partidário de propriedade pública.

"Trump tem quatro dias para apresentar dois casos: um é 'nós sabemos o que estamos fazendo e fizemos um ótimo trabalho, obviamente interrompido pelo vírus'", disse Constantin Querard, presidente da Grassroots Partners, uma consultoria política conservadora sediada no Arizona.

"E então você tem que derrubar a chapa democrata por ser tão esquerdista quanto eles", disse ele.

Trump, que usa apelidos pejorativos para rebaixar seus oponentes, previu seus ataques a Biden, a quem ele frequentemente ridiculariza como "Sleepy Joe", em um discurso de refutação após o término da convenção democrata na semana passada.

Peter Trubowitz, um professor do centro americano da London School of Economics, disse esperar que os republicanos lançem "um ataque violento à aptidão de Biden para ser presidente" durante a convenção.

"Será menos sobre sua idade ... e mais sobre questionar sua 'independência' dos constituintes democratas que a campanha de Trump está definindo como 'radical', 'socialista' e uma ameaça à lei e à ordem'", escreveu ele.