Internacional Perdida no Mediterrâneo, baleia-cinzenta tenta voltar à Califórnia

Perdida no Mediterrâneo, baleia-cinzenta tenta voltar à Califórnia

Biólogos acreditam que, com o aquecimento global abrindo rotas ao norte, a baleia se perdeu e nadou para o oceano Atlântico

Uma jovem-baleia cinzenta perdida no Mediterrâneo, a dezenas de milhares de quilômetros de seu habitat natural no oceano Pacífico, está procurando desesperadamente o caminho de casa, mas os biólogos temem que ela não sobreviva.

As baleias-cinzentas normalmente migram ao longo da costa da Califórnia entre o Alasca e a Baja Califórnia, no México. Especialistas acreditam que, com o aquecimento global abrindo rotas ao norte, a baleia se perdeu e nadou para o oceano Atlântico através do Ártico.

Eric Hansen, chefe da agência estadual de biodiversidade no sul da França, acredita que a baleia, que tem cerca de dois anos e oito metros de comprimento, nadou no Mediterrâneo através do estreito de Gibraltar e seguiu a costa marroquina antes de cortar a costa italiana e chegar à França.

Ele disse que no Mediterrâneo a baleia não consegue encontrar os invertebrados que são sua fonte normal de alimento nas profundezas do Pacífico.

Baleias-cinzentas normalmente migram ao longo da costa da Califórnia entre Alasca e México

Baleias-cinzentas normalmente migram ao longo da costa da Califórnia entre Alasca e México

Reprodução/Vídeo/Reuters

"É importante notar que o animal é de uma espécie que vive geralmente nas costas do Pacífico. É bastante surpreendente encontrá-lo nesta região", disse Romain Hubert, que trabalha no Parque Natural Golfe du Lion.

Movendo-se cerca de 80 a 90 quilômetros por dia, a baleia segue de perto a costa sul da França e agora se aproxima da costa espanhola. Os biólogos avaliam que Wally está com o comportamento normal, respirando com bastante regularidade. "Por outro lado, o que será um pouco problemático é realmente sua forma, sua condição física. Os italianos estimam que ele tem menos de 37% da massa de sua espécie. Tirando isso, é que ele está muito perto da costa, vamos ter que cuidar muito desse animal", disse a pesquisadora Celine Tardy.

Há poucos dias, Wally foi pego em uma rede de pesca em frente à costa de Camargue, mas conseguiu escapar sozinho e deve encontrar muitos outros obstáculos, principalmente o tráfego pesado de navios no Estreito de Gibraltar.

"Esperamos que ele saia do Mediterrâneo pelo Estreito de Gibraltar dentro de alguns dias e veremos se outras organizações como a nossa, ou outros cientistas, o observam em outras áreas, para vermos se ele consegue voltar para águas mais familiares", disse Hubert.

Em 18 de abril, uma baleia-cinzenta foi vista na baía de Nápoles, na Itália. Um grupo de mergulhadores fez imagens do animal e chamou o fato de um "evento excepcional". Não se sabe se trata da mesma baleia.

Últimas