Internacional Polícia de Barcelona prende homens que estariam planejando atentados

Polícia de Barcelona prende homens que estariam planejando atentados

Investigações apontaram que os dois presos, de origem argelina, eram responsáveis pela identificação e controle dos alvos selecionados

 Ao todo, 19 pessoas já foram presas na Catalunha por causa de supostos vínculos com jihadistas

Ao todo, 19 pessoas já foram presas na Catalunha por causa de supostos vínculos com jihadistas

Toni Albir - EFE/EPA 14.07.2020

A polícia da Catalunha deteve nesta terça-feira dois homens acusados de ligação com grupos jihadistas, que pertenceriam a uma célula que pretendia realizar atentados em Barcelona.

De acordo com as informações da força regional de segurança, os presos têm nacionalidade argelina. Um deles tem 43 anos e o outro 41.

As investigações apontaram que os dois homens eram responsáveis pela identificação e controle dos alvos selecionados para a realização dos atentados à bomba.

Esta foi a segunda fase de uma operação autorizada pela justiça local, em janeiro do ano passado. Ao todo, 19 pessoas já foram presas na Catalunha por causa de supostos vínculos com jihadistas.

O grupo, segundo a polícia, já havia iniciado as negociações para aquisição de explosivos e armas, que seriam utilizadas nos ataques. As ações, no entanto, estavam em suspenso desde o início da movimentação das autoridades.

Com as detenções realizadas hoje, a célula jihadista foi considerada neutralizada, segundo informações obtidas junto a policiais que participaram da operação.

Os presos na operação de hoje estão sendo acusados pelos crimes de participação e colaboração ativa com organização terrorista, atos preparatórios para atividade terrorista, capacitação e doutrinamento jihadista.

Últimas