Era Trump
Internacional Polícia investiga roubo de US$ 350 mil em joias em prédio de Trump

Polícia investiga roubo de US$ 350 mil em joias em prédio de Trump

Moradores do edifício Trump Tower em Manhattan, onde o presidente está hospedado durante a Assembleia Geral da ONU, relataram furtos

Polícia investiga roubo de US$ 350 mil em jóias em prédio de Trump

Prédio de Trump em Nova York fica na 5ª Avenida

Prédio de Trump em Nova York fica na 5ª Avenida

Justin Lane / EFE-EPA - 9.8.2017

A Polícia de Nova York está investigando furtos de joias que podem chegar a mais de US$ 350 mil (cerca de R$ 1,5 milhões), em alguns apartamentos da Trump Tower, o edifício de luxo do presidente dos EUA, Donald Trump, em Manhattan.

De acordo com o New York Times, uma das vítimas alegou que ficou fora de seu apartamento de 21 de junho até 9 de setembro deste ano.

Quando voltou, ela percebeu que joias num valor total de US$ 236 mil (cerca de R$ 985 mil) tinham "desaparecido ou sido roubadas, não estavam mais lá", segundo o sargento Lee Jones, da polícia de Nova York..

No segundo caso, uma pessoa que ficou ausente entre os dias 4 e 10 de setembro registrou uma queixa no dia 11 sobre o desaparecimento de joias com cerca de US$ 117 mil (cerca de R$ 488 mil).

A polícia ainda não prendeu nenhum suspeito e as informações preliminares indicam que não houve arrombamento nos apartamentos.

Falha de segurança

Segundo a CNN, o Serviço Secreto dos EUA está auxiliando nas investigações, já que o presidente Trump dormiu em seu apartamento no prédio nos últimos dias, por causa de sua participação na Assembleia Geral da ONU.

Havia algum temor de que os arrombamentos pudessem revelar uma falha de segurança no edifício, que poderia afetar a estadia de Trump, mas nada foi registrado.