Polícia prende 2 após veículo burlar segurança da resort de Trump

Oficiais chegaram a atirar contra um SUV preto que passou por dois pontos de segurança na entrada do resort de Trump em Mar A Lago, na Flórida

Carro invadiu resort de Trump na Flórida

Carro invadiu resort de Trump na Flórida

Reprodução via Reuters TV

A polícia prendeu nesta sexta-feira (31) duas pessoas após disparar contra um veículo que burlou os controles de segurança perto da entrada de Mar-a-Lago, a residência do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em Palm Beach, no sul da Flórida.

Segundo um comunicado da polícia, "o SUV preto se dirigia aos pontos de controle de segurança em Mar-a-Lago e violou ambos os pontos que levavam à entrada principal".

A porta-voz do escritório do xerife do condado de Palm Beach, Teri Barbera, disse que o veículo seguia rumo à entrada principal da residência de Trump, o que fez com que os agentes abrissem fogo, de acordo com a imprensa local.

Fuga e perseguição

Barbera comentou que o veículo fugiu enquanto era perseguido por agentes da Patrulha Rodoviária da Flórida e um helicóptero da polícia. O veículo foi localizado e duas pessoas que ainda não foram identificadas acabaram detidas.

Policiais bloquearam a ponte Southern Boulevard, que liga Palm Beach a West Palm Beach. A previsão é que Trump chegue nesta tarde ao sul da Flórida para passar o fim de semana em Mar-a-Lago.

Este não é o primeiro episódio de invasão em Mar-a-Lago. Em dezembro do ano passado, a polícia de Pal Beach deteve uma mulher chinesa identificada como Jing Liu, de 56 anos, por invadir a residência do presidente americano, que não estava presente.

Anteriormente, en março de 2019, o mesmo foi feito pela também chinesa Yujing Zhang, que foi condenada a oito meses de prisão.