Internacional Polícia sul-coreana procura prefeito de Seul, que está desaparecido

Polícia sul-coreana procura prefeito de Seul, que está desaparecido

Família informou desaparecimento após cinco horas; Park Won-soon teria deixado uma carta-testamento antes de sair de casa, informa agência local

  • Internacional | Do R7, com EFE

Prefeito de Seul desapareceu deixando carta-testamento

Prefeito de Seul desapareceu deixando carta-testamento

Reprodução - WikiCommons

Uma grande operação policial foi mobilizada na Coreia do Sul para encontrar o prefeito da capital, Seul, nesta quinta-feira (9). Park Won-soon foi dado como desaparecido após sua filha denunciar, no fim da tarde (horário local), que ele teria saído de casa deixando uma espécie de carta-testamento, informa a agência sul-coreana Yonhap.

A família de Park informou o desaparecimento após cerca de cinco horas. A polícia faz buscas intensivas pelo prefeito, usando drones e cães farejadores.

O governo municipal informou que Park tinha compromissos marcados até o final da tarde, mas o último deles, marcado para 16h40, foi "desmarcado por circunstâncias inevitáveis".

Nascido em Changyeong, na província de Gyeongsang do Sul (sudeste do país), Park Won-soon é prefeito desde 2011 e goza de enorme popularidade.

Atualmente, ele está cumprindo seu terceiro mandato consecutivo (o primeiro foi como candidato independente antes de ingressar no agora Partido Liberal Democrático, em 2012) e, como ex-ativista pró-democracia e direitos humanos, ele é uma figura importante no cenário político sul-coreano.

Últimas