Protestos contra o racismo

Internacional Policial envolvido na morte de Floyd é solto sob fiança de R$ 3,7 milhões

Policial envolvido na morte de Floyd é solto sob fiança de R$ 3,7 milhões

Thomas Lane é apontado como cúmplice nas acusações que serão respondidas por Derek Chauvin, oficial flagrado sobre o pescoço de Floyd

  • Internacional | Do R7

Thomas Lane foi solto após pagar fiança no valor de R$ 3,7 milhões

Thomas Lane foi solto após pagar fiança no valor de R$ 3,7 milhões

EFE/EPA/Hennepin County Sheriff

Thomas Lane, 37, um dos quatro policiais envolvidos na morte de George Floyd, foi libertado da prisão após pagar fiança no valor de US$ 750 mil — mais de R$ 3,7 milhões. As informações são do site de notícias da ABC News.

Lane é um dos três agentes acusados de cumplicidade na morte de Floyd. O quarto é Derek Chauvin, oficial flagrado com o joelho pressionado sobre o pescoço do afro-americano.

Todos eles foram demitidos da Polícia de Minneapolis. A filmagem, amplamente divulgada por veículos de comunicação, chocou o mundo e desencadeou protestos contra o racismo em diversos países.

Em um primeiro momento, a justiça havia determinado fiança no valor de US$ 1 milhão — cerca de R$ 4,9 milhões. No entando, baixou o valor sob a condição de que Lane não porte armas ou participe de qualquer atividade policial.

Ele comparecerá à nova audiência no dia 29 de junho.

As imagens da despedida a George Floyd em Houston

Últimas