Novo Coronavírus

Internacional Portugal tentará evitar quarentenas de visitantes no verão

Portugal tentará evitar quarentenas de visitantes no verão

Após perder 71% dos turistas por conta da pandemia, país busca reativar o setor com passaporte imunológico

Reuters
Portugal quer reativar o turismo, uma de suas principais fontes de renda

Portugal quer reativar o turismo, uma de suas principais fontes de renda

Pedro Nunes / Reuters - 11.3.2021

Portugal fará o possível para evitar que os visitantes tenham de ficar em quarentena na chegada ao país no próximo verão, disse a secretária do Turismo nesta quarta-feira (14), no momento em que a Europa se prepara para adotar um passaporte da covid-19 para tentar dar um impulso ao setor de viagens.

Leia também: Após dois meses, Portugal reabre museus, cafés e escolas

Rita Marques afirmou em uma conferência online que o país, que depende fortemente do turismo, tentará "a todo custo evitar quarentenas e testes adicionais de covid-19" se o plano de passes de viagem for adiante.

Portugal detém a presidência rotativa da União Europeia e é responsável pela negociação do novo passe com os Estados-membros. O documento permitiria a liberação de viagens internacionais, apesar da lenta campanha de vacinação do bloco e dos riscos decorrentes de novas variantes do coronavírus.

Rita Marques disse que, embora este verão não seja "completamente normal", Portugal vai "certamente apostar na manutenção dos princípios básicos da livre circulação de pessoas e mercadorias".

O setor de turismo de Portugal sofreu em 2020 seu pior ano desde meados da década de 1980, quando a pandemia de coronavírus e subsequentes lockdowns em todo o mundo paralisaram os voos e mantiveram os visitantes afastados.

Entre o início da pandemia em março de 2020 e fevereiro deste ano, as receitas hoteleiras portuguesas caíram 74% e o número de turistas nacionais e estrangeiros despencou 71%, segundo dados oficiais.

Últimas