Internacional Prédio desaba na Sicília e deixa três mortos e seis desaparecidos

Prédio desaba na Sicília e deixa três mortos e seis desaparecidos

Equipes de resgate com cães especializados buscavam neste domingo entre os escombros para tentarem encontrar as pessoas

AFP
Prédio desaba na Sicília, na Itália e até o momento deixa dois mortos e seis desaparecidos

Prédio desaba na Sicília, na Itália e até o momento deixa dois mortos e seis desaparecidos

Antonio Parrinello/Reuters - 12.12.21

Três pessoas morreram e seis estavam desaparecidas após o desabamento de um prédio de quatro andares por uma explosão na ilha italiana de Sicília, segundo as  autoridades.

Duas mulheres foram resgatadas com vida do imóvel da cidade de Ravanusa, após o desabamento no sábado (11) à noite.

O saldo de mortos do desastre mudou ao longo da manhã.

A unidade regional de proteção civil de Sicília confirmou às 10h07 GMT (07h07 no horário de Brasília) deste domingo (12) em sua página do Facebook a morte de três pessoas e não quatro, como informou anteriormente.

Equipes de resgate com cães especializados buscavam neste domingo entre os escombros para tentarem encontrar as pessoas desaparecidas.

Imagens da televisão mostravam grandes quantidades de escombros na área onde antes se encontrava o prédio, com os imóveis vizinhos também danificados. 

Segundo as autoridades, que abriram uma investigação, a explosão pode ter sido causada por um vazamento de gás.

"Provavelmente o gás encontrou uma cavidade", disse o responsável de bombeiros da província de Agrigento, Giuseppe Merendino, à rede Rainews24.

"Esta bolsa de gás teve depois um gatilho acidental: um carro, um elevador, um eletrodoméstico", explicou.

Pouco depois da explosão no sábado à noite, o prefeito de Ravanusa, Carmelo D'Angelo, fez um apelo no Facebook para todos os que tivessem "pás e tratores."

"Foi uma catástrofe", disse.

Cerca de 50 pessoas foram deslocadas, segundo  D'Angelo à Rainews24, após comprovar que os prédios adjacentes também foram atingidos pela explosão.

Últimas