Crise na Venezuela
Internacional Prédio do Parlamento venezuelano é fechado por alarme de bomba

Prédio do Parlamento venezuelano é fechado por alarme de bomba

Esta é a segunda vez que uma ameaça de bomba contra o Poder Legislativo do país faz com que prédios administrativos do poder fossem fechados

Prédio do Parlamento venezuelano é fechado por alarme de bomba

É o segundo alerta de bomba contra o Poder Legislativo

É o segundo alerta de bomba contra o Poder Legislativo

Raúl Martínez/EFE - 14.5.2019

O prédio administrativo do Parlamento da Venezuela foi fechado nesta quinta-feira (16) depois de ser recebido um novo alerta de bomba contra o Poder Legislativo.

Na terça-feira passada, a sede principal do Parlamento também foi fechada por conta de um um alarme de explosivos.

Uma fonte do departamento de comunicações do Parlamento informou que um funcionário achou uma maleta suspeita no segundo andar do prédio, que fica a poucos metros do Palácio Federal Legislativo, onde os deputados se reúnem.

Na sua conta do Twitter o próprio Parlamento também informou sobre o fato, sem acrescentar mais detalhes.

A agência EFE constatou que os funcionários administrativos abandonaram o edifício e aguardavam pelo esquadrão antibombas enquanto comentavam o fato.

Este é o segundo alarme de bomba no Parlamento esta semana e a terceira este ano, depois de uma em janeiro passado, quando começou o atual período legislativo, e outra nesta terça-feira, que fez com que as sessões da casa fossem suspensas.

O líder do Legislativo, Juan Guaidó, disse na terça-feira que a presença policial na sede do Parlamento era um "sequestro" da Assembleia Nacional, advertindo que os deputados se reunirão "mesmo que seja na rua".