Novo Coronavírus

Internacional Presidente argentino sai do isolamento e volta ao trabalho

Presidente argentino sai do isolamento e volta ao trabalho

Fernández precisou ser isolado por contato próximo com o secretário de Assuntos Estratégicos, Gustavo Béliz, que foi infectado por um familiar

  • Internacional | Da EFE

Fernández terminou isolamento após contato com infectado

Fernández terminou isolamento após contato com infectado

Tono Gil/EFE

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, completou o período de isolamento preventivo a que se submeteu, por contato com infectado pelo novo coronavírus, deu positivo em teste de detecção e, com isso, poderá voltar ao trabalho, conforme divulgou nesta quinta-feira (19) o gabinete dele.

Durante o tempo em que teve que ficar confinado, para evitar risco de propagação, caso estivesse com o patógeno no organismo, o chefe de governo foi acompanhado por médicos e teve que adiar compromissos presenciais, que serão retomados, segundo a Casa Rosada.

Fernández precisou ser isolado por contato próximo com o secretário de Assuntos Estratégicos da Presidência, Gustavo Béliz, que por sua vez, foi infectado a partir de um familiar.

Além do presidente também foram colocados em quarentena o chanceler argentino, Felipe Solá, os ministros do Interior, Eduardo De Pedro; das Mulheres, Gêneros e Diversidade, Elizabeth Gómez Alcorta; e da Cultura, Tristán Bauer, entre outras autoridades.

Um dos primeiros compromissos que Fernández terá ao retomar o trabalho presencial será a posse de Jorge Ferraresi, que assumirá como novo ministro de Habitação, em substituição a María Eugenia Bielsa, que renunciou na semana passada, na primeira troca no gabinete de governo.

Últimas