Internacional Presidente do Equador vende avião oficial à Colômbia por R$ 39,5 mi

Presidente do Equador vende avião oficial à Colômbia por R$ 39,5 mi

Aeronave da empresa brasileira Embraer, modelo EMB-135BJ, foi comprado em 2008 por R$ 138 milhões

Agência EFE

Resumindo a Notícia

  • Guillermo Lasso fez anúncio da venda durante programa de TV
  • Aeronave vendida é um Embraer Legacy EMB-135BJ, com capacidade para 14 passageiros
  • Dinheiro será usado para recuperar a aeronave C-130 da Força Aérea Equatoriana
  • Presidência do Equador conta agora apenas com um Dassault Falcon 7X
Avião presidencial equatoriano tem capacidade para transportar até 14 passageiros

Avião presidencial equatoriano tem capacidade para transportar até 14 passageiros

Wikimedia Commons

O presidente do Equador, Guillermo Lasso, confirmou nesta terça-feira (17) a venda de um dos dois aviões presidenciais do país para a Colômbia por 8 milhões de dólares (R$ 39,5 milhões).

A aeronave em questão é um Embraer Legacy EMB-135BJ, com capacidade para 14 passageiros que foi adquirido pelo Equador em 2008, na época em que Rafael Correa esteve na presidência (2007-2017), por cerca de 28 milhões de dólares (R$ 138 milhões).

"Vendemos o avião Legacy Embraer brasileiro", afirmou no programa Encontremo-nos pela cidadania, no qual ele é entrevistado todas as semanas por diferentes veículos de imprensa.

O presidente garantiu que a transação foi "transparente" e que a quantia será utilizada pela FAE (Força Aérea Equatoriana) para recuperar uma aeronave C-130 para transporte de tropas, "que foi abandonada" na cidade andina de Latacunga.

Com a venda da aeronave fabricada pela Embraer, a presidência do Equador conta agora apenas com um Dassault Falcon 7X, também adquirida no governo de Rafael Correa.

Últimas